INCISIVOS CENTRAIS COM CÚSPIDE EM GARRA: Relato de Caso

Adriana Chagas Sampaio, Caroline Brito Vieira, Juliana Campos Pinheiro, Everton Freitas de Morais, Rafaella Bastos Leite, Aline Soares Monte-Santo

Resumo


Diversas anomalias dentárias são relatadas na literatura e se diferenciam como anomalias de forma e de número. Dentre elas, a cúspide em garra é uma estrutura acessória bem circunscrita localizada na face lingual ou palatina de uma unidade dentária anterior, estendendo-se pelo menos da metade da junção cemento-esmalte para a margem incisal, podendo ocasionar problemas estéticos e funcionais no paciente. Sua etiologia não é totalmente esclarecida, porém acredita-se que ela ocorra devido a um problema genético durante a embriogênese, podendo ainda está associada a fatores ambientais. O objetivo deste estudo é relatar um caso de cúspide em garra em um paciente de 06 de anos de idade, do gênero masculino, que se queixava de dentes estranhos na boca, porém sem sintomatologia. O diagnóstico foi feito através da tomografia computadorizada em feixe cônico na qual os cortes sagitais evidenciaram a presença de cúspides em garra nas unidades 12, 11, 21 e 22. Foi realizada a orientação para os pais da criança sobre os possiveis riscos da anomalia e optou-se pelo acompanhamento até a erupção completa das unidades dentárias. A relevância desse caso consiste em abordar uma anomalia dentária rara com poucos casos publicados na literatura.


Palavras-chave


anomalias dentárias; cúspide em garra; criança.

Texto completo:

PDF

Refer?ncias


Faber J. O que há de novo na odontologia: Oligodontia. R. Dental Press Ortodon Ortop Facial. 2006; 11(2): 16-17.

Walter LRF, Ferele A, Issao M. Odontologia para bebê: odontopediatria do nascimento aos 3 anos. São Paulo: Artes Médicas. 1997.

Carvalho MGP, Bier CA, Wolle CFB, Lopes AS. Montagner F.Tratamento endodôntico de dens-in-dente. Repeo. 2004;2(3):1-8.

Neville BW, et al. Anomalias Dentárias. In: NEVILLE, BW, et al. Patologia Oral e Maxilofacial. 4 edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan. 2016. Cap.2, p.41-103.2. 5. Henderson HZ. Talon cusp: a primary or a permanent incisor anomaly. J Indiana Dent Assoc. 1977; 56 (6):45-6.

Hattab FN, Yassin OM, Al Nimri KS. Talon cusp in permanent dentition associated with other dental anomalies: review of literature and reports of seven cases. ASDC J Dent Child.1996;63(5):368-76.

Stimson JM, Sivers JE, Hlava GL. Features Oligodontia in three generations. J. Clin Pediatr Dent. 1997; 21(3): 269-75.

Coclete GB, Coclete GLG, Poi WR, Paulon SS, Santos-Pinto ZMP, Salzedas LMP. Cúspide em garra. Arch Health Invest 2015 4(2): 5-8.

Davis PJ, Brook AH. The presentation of talon cusp: diagnosis, clinical features, associations and possible aetiology. Br Dent J. 1986;160(3):84-8.

Segura JJ, Jimenéz-Rubio A. Talon Cusp affecting permanent maxillary lateral incisors in 2 family members. Oral Sugery Oral Medicine Oral Pathology ;88(1): 90-92. July, 1999.

Mader CL, Kellogg SL. Primary talon cusp. ASDC J Dent Child. 1985; 52 (3):223-6.

Zhu JF, King DL, Henry RJ. Talon cusp with associated adjacent supernumerary tootth. Gen Dent. 1997; 45(2): 178-81.

Sarraf-Shirazi A, Rezaiefar M, Forghani M. A Rare Case of Multiple Talon Cusps in Three Siblings. Braz Dent J 2010 21(5): 463-466.


Apontamentos

  • N?o h? apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista da AcBO - ISSN 2316-7262


Para ficar por dentro de todas as
novidades da Morelli, peça já o
novo catálogo de produtos!

O futuro já chegou!
www.portodent.com.br
+55 (51) 3374-3396