ABORDAGENS TERAPÊUTICAS DA MUCOSITE ORAL

Manuella Emily Cavalcante Alves Albuquerque, Vinicius da Silva Barros, Fernanda Braga Peixoto, Izabel Cristina Gomes de Mendonça, Marcílio Otávio Brandão Peixoto

Resumo


A Mucosite Oral (MO) é uma das principais reações adversas decorrentes da radioterapia e/ou quimioterapia durante o tratamento de pacientes com câncer. De acordo com o sistema de graduação da Organização Mundial de Saúde (OMS), a MO pode ser classificada em cinco graus diversos: grau 0 - indica ausência da doença; grau I - presença de úlcera indolor, eritema ou sensibilidade leve; grau II - presença de eritema doloroso, edema ou úlceras que não interferem na habilidade do paciente em alimentar-se; grau III existência de úlceras que interferem na capacidade do paciente em ingerir alimentos sólidos; e grau IV - sintomas tão severos que o paciente requer suporte enteral ou parenteral. Diante dessa gravidade, o presente trabalho objetivou apresentar, através de uma revisão de literatura, opções terapêuticas, desde as convencionais até os produtos naturais, disponíveis atualmente para a prevenção e o tratamento da MO. Com esse fim, foram realizadas buscas nas bases eletrônicas SciElo, PubMed, MedLine e Lilacs. Dessa forma, verificou-se que os tratamentos convencionais com anestésicos tópicos, opióides sistêmicos, reforço à higiene bucal, aplicação de terapias com laser e/ou com crioterapia, além do uso de produtos de origem natural como a Própolis, o Aloe Vera e a Camomila são eficientes para minimizar essas lesões, devendo o Cirurgião-dentista ter o conhecimento necessário e estar preparado para diagnosticar e tratar os efeitos adversos e colaterais resultantes do tratamento antineoplásico.


Palavras-chave


ODONTOLOGIA;MUCOSITE;TRATAMENTO;RADIOTERAPIA; QUIMIOTERAPIA

Texto completo:

PDF

Refer?ncias


SONIS, S. T. et al. Perspectives on Cancer Therapy-Induced Mucosal Injury. American Cancer Society, 2004.

FILHO, M. R. M. et al. Prevalência de mucosite oral radioinduzida em um serviço de radioterapia no norte de minas gerais. Rev. Odontol. Bras. central, 2010.

SCHIRMER, M.; FERRARI, A.; TRINDADE, L. C. T. Evolução da mucosite oral após intervenção nutricional em pacientes oncológicos no serviço de cuidados paliativos. Rev Dor. São Paulo, 2012.

MENEZES, A. C. et al. Abordagem clínica e terapêutica da mucosite oral induzida por radioterapia e quimioterapia em pacientes com câncer. Rev. Bras. Odontol., 2014.

MARÇON, S. P. C.; LIMA, F. R. G.; SOUZA, D. M. Emergência médica devido agravamento da mucosite oral durante quimioterapia: relato de caso. Rev. ciên saúde, 2016.

VOLPATO, L. E. R. et al. Mucosite bucal Rádio e Quimioinduzida. Rev. Brasileira de Otorrinolaringologia, 2007.

HOLMES T, S. V. et al. Fatores relacionados ao surgimento e gradação da mucosite oral radioinduzida. Rev. Cubana de Estomatologia, 2014.

SANTOS P, S. S. et al. Mucosite oral: perspectivas atuais na prevenção e tratamento. Rev. Gaúcha de Odontologia, 2009.

SINGH, M. V. et al. Desenvolvimento farmacotécnico e avaliaçao da estabilidade de gel com extrato aquoso de camomila para uso bucal. Rev. Bras. Farm, 2008.

SAHEBJAMEE, M. et al. Comparative Efficacy of Aloe Vera and Benzydamine Mouthwashes on Radiation-induced Oral Mucositis: A Triple-blind, Randomised, Controlled Clinical Trial. Oral Health Prev Dent, 2015.

BONAN, P. R. F. et al. Aspectos clínicos, biológicos, histopatológicos e tratamentos propostos para a mucosite oral induzida por radioterapia: revisão da literatura. Rev. Brasileira de Cancerologia, 2005.

ALBUQUERQUE, I. L. S.; CAMARGO, T. C. Prevenção e tratamento da mucosite oral induzida por radioterapia: revisão de literatura. Rev. Brasileira de Cancerologia, 2007.

RIBEIRO, M.; FERREIRA, M. COMPOSTOS ANTIOXIDANTES COMO ALTERNATIVAS NA PREVENÇÃO E NO TRATAMENTO DA MUCOSITE ORAL INDUZIDA POR AGENTES QUIMIOTERÁPICOS. PUCRS, 2016.

PEREIRA, I. F. et al. Neoplasias malignas em região de cabeça e pescoço: perfil dos pacientes atendidos na UFMG. Rev. Cubana de Estomatologia, 2016.

KELNER, N.; CASTRO, J. F. L. Laser de baixa intensidade no tratamento da mucosite oral induzida pela radioterapia: relato de casos clínicos. Rev. Brasileira de Cancerologia, 2007.

FIGUEIREDO, A. L. P. et al. Laser terapia no controle da mucosite oral: um estudo de metanálise. Rev. Assoc. Med. Bras., 2013.

JÚNIOR, O. R.; BORBA, A. M.; JÚNIOR, J. G. Prevenção E Tratamento Da Mucosite Bucal: o papel fundamental do Cirurgião-Dentista Revisão. Rev. Clín. Pesq. Odontol., Curitiba, 2010.

AHN, M. R. et al. Antioxidant activity and constituents of propolis collected in various areas of China. Journal of Agricultural and Food Chemistry American Chemical Society, 2007.

AKHAVAN-KARBASSI, M. H. et al. Randomized Double Blind Placebo Controlled Trial of Propolis for Oral Mucositis in Patients Receiving Chemotherapy for Head and Neck Cancer. Asian Pac J Cancer Prev, 2016.

NAIR, G. R. et al. Clinical Effectiveness of Aloe Vera in the Management of Oral Mucosal Diseases- A Systematic Review. J ClinDiagn Res, 2016.

AHMADI, A. Potential Prevention: Aloe Vera Mouthwash May Reduce Radiation-Induced Oral Mucositis in Head and Neck Cancer Patients. Chin J Integr Med, 2012.

MENDONÇA, I. C. G. Propolis as an adjunct to prevention and treatment of radiotherapy- and chemotherapy-induced oral mucositis. Nurs Palliat Care, 2016.

MIRANDA, S. S.; QUEIROZ, L. R.; FREITAS, V. S. Prevenção e Tratamento das Mucosites Orais: Uma Revisão Sistemática. Rev. Saúde Coletiva da UEFS, 2016.

BENSADOUN, R. J.; FRANQUIN, J. C.; CIAIS, G.; DARCOURT, V.; SCHUBERT, M. M.; VIOT, M. et al. Low energy He/Ne laser in the prevention of radiation-induced mucositis: a multicenter phase III randomized study in patients with head and neck cancer. Support Care Cancer. 1999.

MAZOKOPAKIS, E. E.; PAPADOMANOLAKI, M. G.; FOUSTERIS, A. A.; KOTSIRIS, D. A.; LAMPADAKIS, I. M.; GANOTAKIS, E. S. Wild chamomile (Matricaria recutita L.) mouthwashes in methotrexate-induced oral mucosits. Phytomedicine, 2005.

BRASIL, ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Consulta Pública n° 111, de 11 de dezembro de 2015. Resolução da Diretoria Colegiada - RDC nº 29 da Anvisa, de 21 de julho de 2015, publicada no DOU de 23 de julho de 2015, tendo em vista o disposto nos incisos III, do art. 2º, III e IV, do art. 7º da Lei nº 9.782, de 1999, o art. 35 do Decreto nº 3.029, de 16 de abril de 1999, o Programa de Melhoria do Processo de Regulamentação da Agência, instituído por meio da Portaria nº 422, de 16 de abril de 2008. Fica estabelecido o prazo de 90 (noventa) dias para envio de comentários e sugestões ao texto da proposta de Memento Fitoterápico da Farmacopeia Brasileira. Disponível em: http://www.abifina.org.br/arquivos/download/consulta_publica_111_2015.pdf.


Apontamentos

  • N?o h? apontamentos.


Direitos autorais 2017 Revista da AcBO - ISSN 2316-7262


Para ficar por dentro de todas as
novidades da Morelli, peça já o
novo catálogo de produtos!

O futuro já chegou!
www.portodent.com.br
+55 (51) 3374-3396