Adenocarcinoma Polimorfo de Baixo Grau: Relato de Caso

Pedro Affonso Ferreira de MENEZES, Jéssica Alves MACÁRIO, Áurea Valéria de Melo FRANCO, Sáskia de Souza PORDEUS, Wilmara Alves de ALMEIDA, Fernanda Braga PEIXOTO

Resumo


O Adenocarcinoma Polimorfo de Baixo Grau (APBG) é uma neoplasia de origem glandular salivar maligna de baixa frequência, ocorrendo de 2,2% a 7% dos casos em glândulas salivares menores. Relata-se o caso de uma paciente do gênero feminino, melanoderma, quarenta e oito anos, que compareceu à Clínica de Estomatologia do Centro Universitário Cesmac queixando-se de uma lesão que apareceu após ter machucado o céu da boca com uma espinha de peixe, há muito tempo. No exame físico intraoral observou-se um nódulo único, fixo, localizado no lado direito do palato duro, normocrômico, superfície lisa, formato oval e limites nítidos, apresentando consistência fibrosa, inserção séssil, indolor, medindo aproximadamente 4,0x2,0x0, 5cm. Após realização da biópsia excisional o diagnóstico definitivo foi de APBG. O APBG é uma neoplasia mais prevalente em glândulas salivares menores em região de palato, mais prevalente em mulheres entre a quinta e a oitava década de vida. Esta neoplasia possui características histológicas variáveis, o que pode dificultar seu diagnóstico, principalmente em biópsias incisionais pequenas. O tratamento de escolha preconizado pela literatura é a remoção total com margem de segurança, sendo realizada a radioterapia nos casos mais graves. É importante, nestes casos, o estabelecimento do correto diagnóstico, pois o APBG possui características clínicas e histológicas semelhantes ao Adenoma Pleomórfico e Carcinoma Adenóide Cístico, no entanto o comportamento clínico é diferente.


Palavras-chave


Malignidade. Adenocarcinoma. Palato.

Texto completo:

PDF

Refer?ncias


Katchburian E, Arana V. Histologia e Embriologia Oral. 2ª Ed. Guanabara Koogan: Rio de Janeiro; 2004.

Kruschewsky LS et al. Estudo epidemiológico do câncer de glândula salivar maior. Rev Bras Cir Craniomaxilofac 2011;14(1):1-6.

Sapp P, Eversole LR, Wysocki GP. Patologia bucomaxilofacial contemporânea. 2ª ed. Santos: São Paulo; 2012.

Junqueira LC, Carneiro J. Histologia básica. 11ª Ed. Guanabara Koogan: Rio de Janeiro; 2008.

Berkovitz BKB, Holland GR. Anatomia, Embriologia e Histologia Bucal. 3ª Ed. Artmed; 2004.

Avery JK. Desenvolvimento e histologia bucal. 3ª Ed. Santos: Porto Alegre; 2005.

Balogh MB, Fehrenbach MJ. Anatomia, Histologia e Embriologia dos Dentes e das Estruturas Orofaciais. Tradução da 3ª Ed. Elsevier; 2012.

Regezi JÁ, Ciulba JJ, Jordan RCK. Patologia Oral, correções clínico patológicas. 5ª Ed. Saunders Elsevier: Rio de Janeiro; 2008.

Neville BW, Damm DD, Allen CM, Bouquot JE. Patologia oral & maxillofacial. 2ª Ed. Guanabara Koogan: Rio de Janeiro; 2008.

Carboni SSCM. Padrão de expressão das gtpases RHO em adenoma pleomórfico de parótida. Universidade Federal do Triangulo Mineiro; 2011.

Barnes L, Everson JW, Reichart P, Sidransky D. Wased Health Organization Classification of Tumors. Pathology and genetics of head and neck tumors. International Agency for research on câncer; 2005.

Morais MLSA, Sarmento DJS, Silveira EJD, Oliveira ICP, Costa ALL. Adenocarcionoma polimorfo de baixo grau: relato de um caso adicional e uma atualização dos principais aspectos sobre seu diagnóstico. Rev. Odontol UNESP 2010;311-315.

Soames JV, Southam JC. Patologia Oral. 4 Ed. Rio de Janeiro, Editora Gen/Guanabara Koogan; 2008.

Luna MA, Wenig BM. Classificação de Tumores da Organização Mundial de Saúde. Genética e Patologia dos Tumores de Cabeça e de Pescoço. Ed. Santos. Gen/Grupo Editorial Nacional; 2009.

Castle JT, Thompson LDR, Frommelt RA, Wenrig BM, Kessler HP. Polymorphous Low - Grad Adenocarcinoma a clinicopathologic study of 164 cases. American cancer society 1999;86(2):207-219.

Gupta S, Kumar CA, Raghav N. Polymorphous Low- Grade Adenocarcinoma of the Palate: Report of a case and Review of Literature. International journal of Head and Nick Surgery 2011;57-60.

Adornato MC, Penna K, Vinaski M. Polymorphous Low Grade Adenocarcinoma of the oral cavity. New York State Dental Journal 2000;28-32.

O Rourke AK, Gourin CG, Wade ZK, Hessler RB. Polymorphous Low Grade Adenocarcinoma of the parotid gland. Ear, Nose e Thoat Journal 2006;669-71.

Mc Hugh Jonathan BMDV, Daniel WMD, Barnes E, Leon MD. Update on Selected Salivary Gland Neoplasms. Archives of Pathology e Laboratory Medicine 2009;1763-74.

Fife TA, Smith B, Sullivan CA, Browne JD, Waltonen JD. Polymorphous Low-Grade Adenocarcinoma: A 17 patient case series. American Journal of otolaryhgology 2013;445-8.

Tincani AJ, Altemani A, Martins AS, Barreto G et al. Polymorphous Low-Grade Adenocarcinoma at the base of the tongue: An unusual location. Ear, Nase e Throat Journal 2005;794-5.

Shukla M, Gaud U, Kumar M. Pandey M. Polymophous Low Grade Adenocarcionoma (PLGA) in an 18- year - old Male. Association of Surgeons of India. Indian J Surg 2013;75(2):153-155.

Brasil. Ministério da Saúde. Secretária de Atenção à Saúde. Manual de especialidades em saúde bucal. Brasília (DF); 2008.

Brasil. Conselho Federal de Odontologia. Código de Ética Odontológica. Brasília (DF); 2012.

White SC, Pharoah MJ. Radiologia Oral: fundamentos de interpretação. 5ª Ed. São Paulo: Elsevier; 2007.

Rotta RFR et al. O papel da ressonância magnética no diagnostico do adenoma pleomórfico: revisão da literatura e relato de casos. Rev Bras Otorrinolaringol 2003;69(5):699-707.


Apontamentos

  • N?o h? apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista da AcBO - ISSN 2316-7262


Para ficar por dentro de todas as
novidades da Morelli, peça já o
novo catálogo de produtos!

O futuro já chegou!
www.portodent.com.br
+55 (51) 3374-3396